Se algum link não abrir me avise, obrigada.

RECEBAS AS NOVIDADES POR E-MAIL

Seguidores

PARCERIAS


POR FAVOR, NÃO PEÇA PARA COLOCAR SEU BLOG NA MINHA LISTA DE FAVORITOS SE NÃO ESTA DISPOSTO A FAZER O MESMO. CASO COLOQUE ALGUM LINK AUTOMATICAMENTE ESTAREI EXCLUINDO, CASO QUEIRA ALGUM TIPO DE PARCERIA ENTRE EM CONTATO. OBRIGADA.

PASTA SKYDRIVE

PASTA SKYDRIVE
DOWNLOAD

CONSERTANDO LINKS

Olá!!!


Estou consertando os links, tive que comprar outro notebook sendo assim alguns arquivos perdi e não encontro na internet. Conforme vou colocando o link válido eu escrevo na postagem, então peço para quem tiver entrar em contato e compartilhar. Caso perceba que o download não funciona deixe recado e estarei consertando o mais breve possível.


Beijos.

E-MAIL

E-MAIL
simplesmenteromances@outlook.com

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O ANTICRISTO ENSAIO DE UMA CRITICA DO CRISTIANISMO

Friedrich wilhelm Nietzsche, que nasceu em Röcken, na Alemanha, em 15 de outubro de 1844, publicou no ano de 1888 a obra O Anticristo – Ensaio de crítica do Cristianismo . Esse livro é como o grito de alguém cansado com a realidade e que esbraveja em uma tentativa de que tudo mude. 
A obra, certamente não é bem vista pelos cristãos, nem deveria, pois é a essas pessoas que Nietzsche dedica toda a sua ácida crítica, apontando os cristãos como aqueles que deturparam a idéia de virtude, como ela era entendida pelos romanos. O cristianismo é o culpado pela degenerescência fisiológica do homem, visto que a moral observada na prédiga dos asseclas cristãos é repressora dos instintos e, com isso, sufoca a vontade de poder, deixando o ser humano fraco. Nessa obra, Nietzsche afirma que algo mau à sociedade é tudo aquilo que descende da fraqueza, assim, o cristianismo é visto como um mal a toda humanidade. 
Em O Anticristo , o autor revela mais claramente sua relação com tudo que é venerado em nome de Deus, considerando como lastimável, nociva e absurda toda essa veneração, em uma negação de Deus como Deus.O apóstolo Paulo é, segundo Nietzsche, o maior propagador dessa idéia de um Deus que confunde a sabedoria do mundo, apontando-o como motivado pelo sentimento de vingança e ressentimento, sendo que o cristianismo só vê amor nos motivos de Paulo.
O pecado, como foi assimilado pelos cristãos, é o que torna problemática a elevação da ciência, das culturas e do homem. Toda idéia de pecado, segundo o autor, é o que garante o domínio dos sacerdotes sobre os fiéis, ou seja, o que impossibilita a emancipação do homem. Nietzsche é contra o que considera como antinatural, assim, a repressão dos instintos é considerada como algo contra a natureza humana; sendo o pecado nada mais do que uma forma de reprimir o homem, logo, esse pecado é também compreendido como um mal.
FONTE http://pt.shvoong.com/humanities/philosophy/1658804-anticristo/

DOWNLOAD

Nenhum comentário:

Postar um comentário