Se algum link não abrir me avise, obrigada.

RECEBAS AS NOVIDADES POR E-MAIL

Seguidores

PARCERIAS


POR FAVOR, NÃO PEÇA PARA COLOCAR SEU BLOG NA MINHA LISTA DE FAVORITOS SE NÃO ESTA DISPOSTO A FAZER O MESMO. CASO COLOQUE ALGUM LINK AUTOMATICAMENTE ESTAREI EXCLUINDO, CASO QUEIRA ALGUM TIPO DE PARCERIA ENTRE EM CONTATO. OBRIGADA.

PASTA SKYDRIVE

PASTA SKYDRIVE
DOWNLOAD

CONSERTANDO LINKS

Olá!!!


Estou consertando os links, tive que comprar outro notebook sendo assim alguns arquivos perdi e não encontro na internet. Conforme vou colocando o link válido eu escrevo na postagem, então peço para quem tiver entrar em contato e compartilhar. Caso perceba que o download não funciona deixe recado e estarei consertando o mais breve possível.


Beijos.

E-MAIL

E-MAIL
simplesmenteromances@outlook.com

quinta-feira, 12 de abril de 2012

CREPÚSCULO DOS ÍDOLOS (ou como filosofar com o martelo)

"Crepúsculo dos ídolos" ou como Filosofar com o Martelo foi a penúltima obra de Nietzsche, escrita e impressa em 1888, pouco antes de o filósofo perder a razão. O próprio Nietzsche a caracterizou - numa das cartas acrescentadas em apêndice a esta edição - como um aperitivo, destinado a "abrir o apetite" dos leitores para a sua filosofia. Trata-se de uma síntese e introdução a toda a sua obra, e ao mesmo tempo uma "declaração de guerra". É com espírito guerreiro que ele se lança contra os "ídolos", as ilusões antigas e novas do Ocidente: a moral cristã, os grandes equívocos da filosofia, as idéias e tendências modernas e seus representantes. De tão variados e abrangentes, esses ataques compõem um mosaico dos temas e atitudes do autor: o perspectivismo, o aristocratismo, o realismo ante a sexualidade, o materialismo, a abordagem psicológica de artistas e pensadores, o antigermanismo, a misoginia. O título é uma paródia do título de uma opera de Wagner, Crepúsculo dos deuses. No subtítulo, a palavra "martelo" deve ser entendida como marreta, para destroçar os ídolos, e também como diapasão, para, ao tocar as estátuas dos ídolos, comprovar que são ocos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário