Se algum link não abrir me avise, obrigada.

RECEBAS AS NOVIDADES POR E-MAIL

Seguidores

PARCERIAS


POR FAVOR, NÃO PEÇA PARA COLOCAR SEU BLOG NA MINHA LISTA DE FAVORITOS SE NÃO ESTA DISPOSTO A FAZER O MESMO. CASO COLOQUE ALGUM LINK AUTOMATICAMENTE ESTAREI EXCLUINDO, CASO QUEIRA ALGUM TIPO DE PARCERIA ENTRE EM CONTATO. OBRIGADA.

PASTA SKYDRIVE

PASTA SKYDRIVE
DOWNLOAD

CONSERTANDO LINKS

Olá!!!


Estou consertando os links, tive que comprar outro notebook sendo assim alguns arquivos perdi e não encontro na internet. Conforme vou colocando o link válido eu escrevo na postagem, então peço para quem tiver entrar em contato e compartilhar. Caso perceba que o download não funciona deixe recado e estarei consertando o mais breve possível.


Beijos.

E-MAIL

E-MAIL
simplesmenteromances@outlook.com

quinta-feira, 12 de abril de 2012

QUEBRANDO O CÓDIGO DA VINCI - Respostas às perguntas que todos estão fazendo

AGRADECIMENTOS
Esta investigação é uma resposta a centenas de perguntas que tenho
ouvido desde o lançamento de O Código Da Vinci no ano passado. Quero
agradecer a Thomas Nelson e especialmente a Jonathan Merkh por terem me
dado a idéia e a Brian Hampton, Kyle Olund, Dimples Kellogg e Elizabeth Kea
pelos preciosos conselhos editoriais. Agradeço também à minha esposa. Sally, e a
duas de minhas cunhadas, Martha Sheeder e Elizabeth Volmert. Elas leram o
romance e ficaram com muitas dúvidas. Seu incentivo foi minha maior motivação
para escrever este livro. Eu o escrevi para elas e para muitos que, como elas,
queriam saber o que havia de histórico nas alegações do romance. Um
agradecimento especial vai para Kathy Wills. Foi ela quem teve a idéia original
deste livro e levou a proposta a Thomas Nelson. Sou grato ao Padre Frank
Moloney por sua disposição em escrever o prefácio e esclarecer como outros
acadêmicos de um contexto diferente do meu lidam com esses assuntos. Também
quero agradecer a Jeanmarie Condon e sua equipe da ABC News, incluindo Yael
Lavie e Elizabeth Vargas. Foram eles que me conscientizaram sobre o impacto
cultural do romance e me ofereceram o convite para iniciar a pesquisa.
Finalmente, agradeço também a alguns colegas, Richard Taylor, Stephen
Sanchez, John Hannah e Jeffrey Bingham, que leram e comentaram o material em
sua primeira versão. Agradeço especialmente à minha filha, Elisa Laird, que
também leu meus esboços com olho clínico e com quem conversei noites adentro
sobre as questões levantadas pelo romance em meu livro. A avaliação destas
pessoas foi de imensa ajuda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário